Responsive image

Confederação Nacional

dos Trabalhadores

na Saúde

Responsive image

Diretoria define prioridades para 2017-2018

Data: 06/07/2017 12:30:00
Crédito: Julio Fernandes/ Ag. Full Time

Definir prioridades entre as propostas aprovadas no planejamento estratégico realizado em março e indicar os responsáveis pela execução das ações e atividades para até o final de 2018 é o objetivo central da reunião de diretoria da CNTS, no período de 11 a 13 de julho, em São Paulo. A criação de programas regionais destinados à formação de lideranças; realização de seminário de comunicação sindical e do terceiro encontro jurídico; e ampliação da base são algumas das propostas, além de ações e estratégias de atuação junto aos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário de enfrentamento às propostas que representam retrocesso nos direitos sociais e trabalhistas.

A extensa pauta de sugestões, elaborada com a participação de dirigentes das federações e sindicatos da base, inclui, ainda, capacitação de dirigentes; criação de comitê político; formação sindical; inserção no mercado de trabalho; e elaboração de projetos de lei. A discussão ampliada do planejamento estratégico segue, também, as alterações estatutárias e plataforma do congresso eleitoral, realizado em novembro de 2016, uma vez que houve criação e nova determinação de pastas, além da ampliação da diretoria, de forma a atender as demandas da categoria frente ao crescimento da CNTS e que impõe a grave crise político-econômico-social.

“A CNTS preparada para vencer os desafios, reforçar a política interna de unidade e construção, no sentido de fazer crescer sua estrutura de representação e potencial político e possibilitar o enfrentamento das ameaças que rondam a classe trabalhadora e a sociedade em geral”, avalia o presidente da CNTS, José Lião de Almeida.

“Os recursos necessários para as ações prioritárias foram discutidos pela diretoria no final de 2016, aprovados pelo Conselho Fiscal e referendados pelo Conselho de Representantes”, destaca o tesoureiro-geral da Confederação, Adair Vassoler.