1
Foto: Marcos Brandão/Senado Federal

Centrais sindicais entregam agenda prioritária dos trabalhadores ao presidente do Congresso Nacional

Congresso Nacional

Representantes das centrais sindicais Força Sindical, CUT, NCST, UGT, CTB e CSB entregaram ontem, 20, ao presidente do Congresso Nacional, Eunício Oliveira (MDB-CE) a agenda prioritária da classe trabalhadora, documento aprovado no último dia 6 com 22 propostas para incremento da oferta de emprego e desenvolvimento do Brasil, que será entregue a todos os candidatos à presidência da República, bem como aos deputados e senadores. Confira a íntegra do documento, clicando aqui.

Entre os itens da agenda, as centrais propõem a revogação da reforma trabalhista – Lei 13.467/2017, além da Emenda Constitucional 95/2016, de congelamento de gastos públicos por 20 anos. Os sindicalistas propõem ainda valorização da negociação coletiva, redução da jornada de trabalho, combate ao trabalho escravo e infantil e defesa de setores estratégicos, representados por Petrobras e Eletrobrás.

A pauta defende ainda o aumento das parcelas do seguro-desemprego; a renovação, para o próximo quadriênio – 2020 a 2023, da política de valorização do salário mínimo. Segundo o senador Paulo Paim (PT/RS), que participou da reunião, com o congelamento dos investimentos, “todos os brasileiros perdem porque não têm emprego, não têm saúde, não têm educação, não têm salário”.

Fonte: Com Agência Senado e Diap
CNTS

Siga a CNTS
nas Redes Sociais